Rápido e prático: tudo o que você precisa levar em consideração na hora de precificar o prato do seu restaurante

Sistema de Gestão Empresarial

Rápido e prático: tudo o que você precisa levar em consideração na hora de precificar o prato do seu restaurante

20 de novembro de 2021 Sem categoria 0

Não importa se estamos falando de um pequeno, médio ou grande negócio do setor alimentício, precificar os pratos, as bebidas e tudo o que é vendido ao consumidor final é uma etapa extremamente importante. Isso ajudará você a gerenciar os investimentos do seu pdv e a calcular o que está gerando lucro ou prejuízo em seu restaurante.

Essa tarefa, que deveria ser simples e prática, acaba complicando a vida dos empreendedores até mais experientes. Por isso, é necessário pensar em estratégias de precificação que não atrapalhem a rotina de trabalho dentro do seu ponto de venda (pdv) e que atenda todas as necessidades do seu negócio.

Não sabe por onde começar? Calma, nós ajudamos você. Leia este artigo até o final e confira quais informações são importantes você levar em consideração na hora de precificar os pratos do seu restaurante e como fazer isso de um jeito descomplicado.

sistema integrado ao ifood ubereats cardápio digital

Custos

Custo é todo o gasto que a sua empresa terá durante o processo de produção de um determinado produto. Por exemplo, para onde vai o seu dinheiro na hora de fazer uma pizza? Você precisa de água, energia, gás, insumos (como farinha, ovos, leite, manteiga), também precisa de funcionários e talvez até de um motoboy para entregá-la, não é? Então. Tudo isso gera um determinado custo para o seu negócio.

Na hora de precificar, lembre-se que não importa se a venda está sendo feita de maneira direta em seu pdv ou se ela está sendo feita através dos aplicativos de delivery (Uber Eats ou DeliveryMuch, por exemplo), nos dois casos há dinheiro e tempo sendo investidos.

Ficha técnica

Criar uma ficha técnica é simplesmente listar os ingredientes que fazem parte de um determinado produto. Vai vender um bolo de chocolate? Quais insumos você precisa ter em estoque para fazer esse produto? Essência de baunilha, chocolate, fermento, creme de leite… tudo isso você utilizará na hora de tirar a sua deliciosa receita do papel.

A precificação dos cardápios

Uma ótima dica para auxiliá-lo tanto no controle dos custos quanto na elaboração de uma ficha técnica é a utilização de um programa especializado.

O BeeFood é um sistema de gestão criado para pequenos e médios negócios do setor alimentício que oferece ferramentas indispensáveis para a gestão do seu restaurante.

Por exemplo, com o sistema de gestão BeeFood você consegue fazer a ficha técnica do seu produto cadastrando cada item que você utilizará. Isso significa que você não ficará anotando informações em papéis ou perdendo tempo criando várias planilhas paralelas.

E claro, isso facilitará também na hora de fazer qualquer alteração ou atualização, afinal, já estará tudo salvo em seu sistema.


Imagem 1 – Tela de Cadastro de Produto Aba de Composição/Ficha Técnica

Outra vantagem do sistema de gestão BeeFood é a ferramenta de controle de estoque. Lembre-se    que tanto a falta quanto o excesso de insumos podem prejudicar a saúde financeira do seu pdv e dificultar a elaboração da ficha técnica do seu produto gerando grandes dores de cabeça.

Por isso, é muito importante que o sistema de gestão utilizado em seu negócio forneça todas as ferramentas essenciais para o controle de estoque e descomplique esse processo.


Imagem 2 – Tela de Pedido de Compra

Agora que você já sabe que é possível fazer o controle de estoque de maneira organizada e já sabe também como elaborar a ficha técnica do seu produto, o sistema de gestão BeeFood também o auxiliará na hora de definir os preços finais de cada item do seu cardápio.

Ao montar a composição do seu produto e incluir os insumos que você utilizará nele, o sistema de gestão BeeFood informa o custo final de quanto foi investido para você ter aquela apetitosa pizza pronta. Se o custo foi de R$ 20.00, por exemplo, você sabe que ela precisa ser vendida (pelo menos) por esse valor para cobrir o investimento.

Muito mais prático, não é mesmo? Assim você consegue precificar o seu cardápio de uma maneira mais eficiente e segura, sem se basear apenas no “mais ou menos” ou no “chute” para definir o preço de cada prato.

Para otimizar esse controle em curto e longo prazo, o sistema de gestão BeeFood gera um relatório de margem de lucro para você, o que facilitará na hora de mensurar os resultados e ver o que está ou não sendo bom financeiramente para o seu negócio.  

Imagem 3 – Dashboard de relatórios

O sistema de gestão BeeFood conta com uma equipe de especialistas disponível para oferecer um treinamento em tempo real, assim você pode tirar todas as suas dúvidas e ser atendido em todas as etapas de precificação de seus produtos.

Conheça o BeeeFood!

Comentários do Facebook
Open chat
Precisa de ajuda?
Dúvidas sobe como precificar seu produto? Por favor nos contate!